Pesquisar na web

APROVEITE!

terça-feira, 27 de março de 2012

POESIA PARAIBANA


VERDADEIRO SÓ JESUS.


E QUANDO SORRIU A FADA
LOGO ME DEI CONTA DE QUE TUDO ERA NADA
E QUE ME PERDI EM TUAS MÃOS
PENSO: QUANTOS SÃO?
OS QUE ME DIZEM A VERDADE
SEM TRAMAS OU FALSIDADE
UM AMIGO FALSO AO ABISMO ME CONDUZ
LOGO ME DOU CONTA: VERDADEIRO SÓ JESUS.

AUTOR: DIEGO CAMBOIM DA SILVA